Apac

Gorverno de Pernambuco

Serviços:
Genericamente, na tradição do povo nordestino, existem duas estações no ano, a chuvosa e a seca, justamente por haver apenas estes dois tipos de variabilidade de clima no Nordeste brasileiro.
Isto é válido, já que não se observam mudanças relevantes de temperatura ou de outras variáveis meteorológicas ao longo do ano.

Outono

Inverno

Primavera

Verão


Período de transição entre o verão e o inverno, que se dá dos dias 20 de março a 20 de junho, respectivamente. É caracterizado pela diminuição da média de temperatura em todo o estado, quando se tem uma média climatológica de 23°C no Sertão Pernambucano, 25°C no Sertão do São Francisco, 21°C no Agreste, e 25°C na Zona da Mata e Litoral.


Possui características distintas de precipitação no estado, em que se verifica o encerramento do período chuvoso do Semiárido, com 315 mm de chuva no Sertão Pernambucano e de 135 mm no Sertão do São Francisco, e o início do período chuvoso na Zona da Mata e Litoral, onde se registram os maiores valores de precipitações durante a estação, chegando a 1044 mm. No Agreste, tem-se, em média, 325 mm.



Precipitação



Temperatura Máxima



Temperatura Mínima


Período que se inicia em 20 de junho e termina em 22 de setembro, tem como característica as temperaturas mais baixas do ano, com média climática de 22°C no Sertão Pernambucano, 25°C no Sertão do São Francisco, 20°C no Agreste e 24°C na Zona da Mata e Litoral.


É neste período que se registram os menores valores de precipitação na região do Sertão do São Francisco, com 30 mm, e no Sertão Pernambucano, com 120 mm. No Agreste, Zona da Mata e Litoral, a principal característica é o final da quadra chuvosa, que se encerra na primeira metade de agosto. Os índices pluviométricos dessas regiões são de 220 mm e 725 mm, respectivamente.



Precipitação



Temperatura Máxima



Temperatura Mínima


É a transição entre o período de inverno e o de verão, que tem como característica temperaturas altas e poucas chuvas concentradas no litoral e na zona da mata do estado de Pernambuco.


O início da primavera se dá no dia 22 de setembro e seu encerramento, no dia 21 de dezembro. Devido ao relevo acidentado, o estado possui regiões em que a temperatura torna-se amena em relação às demais, no entanto, a média de temperatura no Sertão Pernambucano é de 26°C, no sertão do São Francisco é de 28°C, no Agreste, em particular, varia de 21 a 24°C devido ao relevo característico de serras, e na Zona da Mata e Litoral a média é de 25°C. Os valores de chuva durante a estação são de 75 mm no Sertão Pernambucano, 130 mm no Sertão do São Francisco, 65 mm no Agreste e 180 mm na Zona da Mata e Litoral.



Precipitação



Temperatura Máxima



Temperatura Mínima


É a estação do ano caracterizada pelas temperaturas médias mais elevadas, principalmente durante o mês de fevereiro. No entanto, devido às precipitações que ocorrem no semiárido, a temperatura média é amenizada. Ainda assim, já se registraram temperaturas de até 42°C em Petrolina e 39°C em Cabrobó.


O início da estação corresponde ao final da primavera, no dia 21 de dezembro e o final, ao início do outono, em 20 de março. É neste período que são registrados os maiores valores pluviométricos no Sertão com, em média, 360 mm no Sertão de Pernambuco e 330 mm no Sertão do São Francisco. No Agreste, tem-se, em média, 185 mm, e na Zona da Mata e Litoral, 515 mm. As temperaturas médias são de 25°C no Sertão Pernambucano, 27°C no Sertão do São Francisco, de 24°C no Agreste, e 27°C na Zona da Mata e Litoral.



Precipitação



Temperatura Máxima



Temperatura Mínima

Satélites meteorológicos


Clique aqui para ver as imagens do satélite.
Imagens atualizadas de 15 em 15 minutos.
copyright 2010-2012 EUMETSAT

Rede de Monitoramento


Clique aqui para ver o mapa com os dados em tempo real.

A Agência Pernambucana de Águas e Clima realiza o monitoramento hidrometeorológico em Tempo Real de estações fluviométricas e pluviométricas através das PCD's (Plataforma de Coleta de Dados) distribuídas na região do estado de Pernambuco.

Fases da Lua