Topo do Governo de Pernambuco
Link para Barra do Governo do Estado de Pernambuco PortalPE - pgina histria de Pernambuco PortalPE - pgina Perfil do Gorvenador PortalPE - pgina Secretarias do Estado PortalPE - pgina Programas do Governo PortalPE - pgina ltimasNotcias PortalPE - pgina Servios Online PortalPE - pgina Rdio SEI

Not�cias

Not�cias

Publicado em 15/05/2019 | Categoria: APAC em destaque
Voltar

Concludo Relatrio sobre Modelagem Numrica de Bacias Sedimentares do Serto de Pernambuco

 

Foi apresentado na manhã desta quarta-feira (15), o relatório final dos Estudos Hidrológicos e Modelagem Numérica para identificação do potencial dos aquíferos das Bacias Sedimentares de Carnaubeira da Penha, Mirandiba, Betânia e Cedro, financiados pelo Banco Mundial (BIRD), desenvolvido através do Programa de Sustentabilidade Hídrica de Pernambuco (PSHPE) e executado pelo Consórcio Costa/ LNEC (Laboratório Nacional de Engenharia Civil) de Portugal.

 

O evento aconteceu na sede da Compesa, no auditório Gurjaú e contou com a presença de Suzana Montenegro, Presidente da Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), Simone Rosa, Secretária Executiva de Recursos Hídricos, Lorenzza Leite, Diretora de Gestão de Recursos Hídricos da APAC, além de técnicos da Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos (Seinfra), da APAC, da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa),do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), da Prefeitura de Carnaubeira da Penha, da Prefeitura de Serra Talhada e da Prefeitura do Recife. 

 

 

"A partir de agora, esse estudo servirá como base na gestão destes mananciais hídricos de Pernambuco e desenvolvimento institucional da APAC através da Gerência de Outorga e Cobrança (GROC), como suporte para melhor interpretação de modelos hidrogeológicos, que simulam o comportamento dos aquíferos, auxiliando a identificar e mapear as zonas mais favoráveis à captação e os possíveis impactos causados pela ação de exploração das águas subterrâneas das bacias sedimentares em Pernambuco." concluiu a Presidente da APAC, Suzana Montenegro.