Topo do Governo de Pernambuco
Link para Barra do Governo do Estado de Pernambuco PortalPE - pgina histria de Pernambuco PortalPE - pgina Perfil do Gorvenador PortalPE - pgina Secretarias do Estado PortalPE - pgina Programas do Governo PortalPE - pgina ltimasNotcias PortalPE - pgina Servios Online PortalPE - pgina Rdio SEI

Not�cias

Not�cias

Publicado em 17/09/2019 | Categoria: APAC em destaque
Voltar

APAC divulga Monitor de Secas do ms de Agosto

 

O mês de agosto faz parte do final do período chuvoso no leste do Nordeste do Brasil, já nas demais áreas desta região, este mês ainda está compreendido dentro do período de estiagem. Climatologicamente, no mês de agosto os volumes de chuva na faixa leste do Nordeste oscilam entre 50 mm e valores acima de 150 mm. No restante desta região, estes acumulados não ultrapassam 50 mm.

Em agosto de 2019, os maiores volumes de chuva concentraram-se na faixa leste do Nordeste.

Em Pernambuco (PE) os maiores acumulados de precipitação foram registrados na faixa litorânea e parte do Agreste, diminuindo estes volumes em direção ao sertão. Com base nos indicadores, bem como nas chuvas ocorridas em agosto, houve uma leve redução da área da seca grave em parte do Agreste pernambucano. Já no sertão do São Francisco, devido à piora da saúde de cobertura vegetal, houve uma leve expansão área de seca extrema. Os impactos são de longo prazo na porção leste do agreste, além da Zona da Mata e região metropolitana de Recife, e de curto e longo prazo na faixa oeste do agreste e em todo o Sertão pernambucano.

O MONITOR DE SECAS é um processo de acompanhamento mensal da seca, realizado pelos estados e sob a coordenação da Agência Nacional de Águas (ANA), colaboração também do CPTEC/INPE, o CEMADEN e o INMET e das seguintes instituições estaduais: Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Agência Executiva de Gestão das Águas (AESA/PB), Empresa de Pesquisa Agropecuária (EMPARN/RN), Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (FUNCEME), Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA/BA), Núcleo Geoambiental da Universidade Estadual do Maranhão (NuGEO/UEMA), Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos de Sergipe (SEMARH/SE), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (SEDURBS-SE), Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos de Alagoas (SEMARH/AL), Secretaria de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Rio Grande do Norte (SEMARH/RN), Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Naturais do Maranhão (SEMA/MA) e Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Recursos Hídricos do Piauí (SEMAR/PI), Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (INCAPER-ES), Defesa Civil - ES e Instituto Mineiro de Gestão de águas (IGAM-MG).

 

Os dados do Monitor de Secas podem ser acessados através do site: www.monitordesecas.ana.gov.br e pelo aplicativo “Monitor de Secas” disponível para download em aparelhos Android e IOS.