Topo do Governo de Pernambuco
Link para Barra do Governo do Estado de Pernambuco PortalPE - pgina histria de Pernambuco PortalPE - pgina Perfil do Gorvenador PortalPE - pgina Secretarias do Estado PortalPE - pgina Programas do Governo PortalPE - pgina ltimasNotcias PortalPE - pgina Servios Online PortalPE - pgina Rdio SEI

Not�cias

Not�cias

Publicado em 16/02/2011 | Categoria: APAC em destaque
Voltar

Governo investe em obras para melhorar abastecimento

Por Eveline Leal

 

Os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário ganharam atenção especial no governo Eduardo Campos. Só de 2007 a 2010, foram contratados R$ 2,4 bilhões, para financiamento de empreendimentos nos segmentos de água e esgoto.

 

Uma das ações com maior investimento sob o comando da Secretaria de Recursos Hídricos e Energéticos - SRHE - está voltada à revitalização do Capibaribe: o Projeto de Sustentabilidade Hídrica (PSH/PE), que vai promover o esgotamento sanitário de cidades na calha do rio. O financiamento de US$ 190 milhões do Banco Mundial - Bird - já foi aprovado e o projeto iniciado no ano passado. O PSH abrange 114 ações tanto da parte de gestão e desenvolvimento institucional quanto de eficiência operacional, redução de perdas e expansão dos serviços de água e esgoto., explicou o secretário de Recursos Hídricos e Energéticos, João Bosco de Almeida.

 

Os investimentos em obras contribuíram para levar água a municípios que sofriam com fortes racionamentos, melhorando a qualidade de vida das populações. Exemplo disso é o Proágua, programa do Governo Federal concluído em Agrestina, Agreste Meridional, que recebeu recursos de R$ 22 milhões na melhoria do sistema de abastecimento, contribuindo para acabar com os rodízios de até seis dias sem água.

 

A obra incluiu a construção de uma Estação de Tratamento de Água - ETA, três estações elevatórias, quatro tanques de amortecimento unidimensional (TAUs) e quatro adutoras, totalizando 38 quilômetros. A obra também já está  beneficiando o município de Altinho e, em breve, vai melhorar o abastecimento em Cachoeirinha e Ibirajuba. Serão atendidas 70 mil pessoas, no total.

 

Em Limoeiro, os dias de racionamento também estão ficando para trás. Com a ampliação do sistema de abastecimento, o município ganha maior oferta de água. A obra, concluída em setembro, recebeu investimento total de R$ 9 milhões, com recursos do Proágua, SRHE e Companhia Pernambucana de Saneamento – Compesa. Para melhorar ainda mais o segmento, estão em execução obras complementares do Prored (Programa para o Fim do Racionamento e Redução de Perdas), que vão garantir o fim do racionamento para os 46 mil habitantes locais.

 

Com foco na gestão participativa da água, a SRHE investiu em ações de fortalecimento dos Comitês de Bacias Hidrográficas - COBH - e Conselhos Gestores de Reservatórios – Consu. Através de convênio com o Ministério do Meio Ambiente -MMA- foram reestruturados o COBH/Pajeú e os Consu de Jazigo e Serrinha, em Serra Talhada; Barra do Juá, em Floresta; Poço da Cruz, em Ibimirim e Brotas, em Afogados da Ingazeira. O Consu Ingazeira, em Venturosa, também foi reestruturado num trabalho feito diretamente pela SRHE, com recursos próprios.

 

Num processo participativo com atuação ativa dos Cobhs, foram concluídos e aprovados os Planos Hidroambientais – PHA -  das bacias hidrográficas do Capibaribe e Ipojuca que trouxeram um diagnóstico da situação ambiental nas bacias, projetando cenários tendenciais e sustentáveis para o futuro. Além disso, os PHAs apresentam um plano de investimentos que determina as ações necessárias para a recuperação ambiental das bacias, facilitando o planejamento de ações futuras.

 

A população da zona rural também foi contemplada com investimentos no abastecimento de água. Através de convênio no valor de R$ 1 milhão assinado com o Programa Água Doce - PAD, do Governo Federal, 34 sistemas de dessalinização estão sendo otimizados com foco na capacitação de operadores e sustentabilidade ambiental. Os sistemas otimizados pertencem às localidades de Arcoverde, Águas Belas, Pesqueira, Jataúba, Riacho das Almas, São Caetano e Vertente do Lério.

 

Os cuidados com o meio ambiente também não foram esquecidos. O 1º  edital de seleção de projetos através do Fundo Estadual de Recursos Hídricos – Fehidro, foi lançado em 2010 pela SRHE e Apac. Por meio do edital, cinco projetos de reflorestamento de mata ciliar em nascentes foram selecionados e estão recebendo financiamento de R$ 1 milhão, no total, para sua execução.

 

AGÊNCIA DE ÁGUAS E CLIMA - O sistema estadual de gerenciamento de recursos hídricos foi complementado e fortalecido com a criação da Agência Pernambucana de Água e Clima - Apac, através da Lei nº 14.028, de 26 de março de 2010. A nova agência terá como finalidade executar a política de recursos hídricos e regular o uso da água, bem como realizar monitoramento hidrometeorológico e previsões de tempo e clima no Estado.

 

Extraído do caderno do Poder Executivo do Diário Oficial no dia 11/01/2011.