Topo do Governo de Pernambuco
Link para Barra do Governo do Estado de Pernambuco PortalPE - pgina histria de Pernambuco PortalPE - pgina Perfil do Gorvenador PortalPE - pgina Secretarias do Estado PortalPE - pgina Programas do Governo PortalPE - pgina ltimasNotcias PortalPE - pgina Servios Online PortalPE - pgina Rdio SEI

Not�cias

Not�cias

Publicado em 02/03/2011 | Categoria: Mais Notcias
Voltar

Estado promete o fim do racionamento em Nazar

A dona de casa Maria José de Souza, 60 anos, moradora do bairro Sertãozinho, em Nazaré da Mata, município da Zona da Mata Norte pernambucana, sofre com o racionamento de água. Na casa dela, o abastecimento chega apenas quatro dias por semana. “Tenho uma caixa-d’água, mas não é o bastante. Sempre preciso juntar água em outros recipientes”, disse. O sofrimento com a falta de água em Nazaré da Mata está com os dias contados. O governador Eduardo Campos deu ontem um prazo de seis meses para a cidade sair do racionamento, durante a assinatura da ordem de serviço que deu início à construção da barragem de Morojozinho.

Atualmente, o abastecimento na cidade é de três dias com água e quatro sem. Mas em algumas localidades, o período é maior. A estudante Evelyn Augusta dos Santos, 18, mora atualmente no Centro de Nazaré, mas antes residia no bairro da Vila Paraíso. também é uma vítima do racionamento. Na casa dela, a água vai embora na quinta-feira e só volta na segunda. Mas era pior. “Quando eu morava na Vila Paraíso (área rural), “Passava até três semanas sem chegar água. Era um suplício para lavar roupa e cozinhar. Com essa obra, vai melhorar bastante”, disse.

A construção da barragem de Morojozinho vai custar R$ 3,5 milhões, com recursos do governo estadual. “Essa obra vai ser muito importante para o desenvolvimento da cidade, vai ajudar a atrair mais empresas e, consequentemente, gerar mais empregos. O trabalhador, que chega cansado e suado do trabalho, vai poder tomar um banho em casa, sem problemas”, disse. O licenciamento ambiental para o início da obra foi concedido pela Agência Pernambucana de Meio Ambiente (CPRH) na última terça-feira.

A barragem terá uma capacidade de acumular três milhões de metros cúbicos de água. Com a obra, a Compesa garante o abastecimento da cidade para os próximos 20 anos. Depois da realização da obra, serão feitas melhorias no sistema de distribuição. A Compesa está investindo, ainda, R$ 250 mil em melhorias na Estação de Tratamento de Água da cidade. Também estão sendo realizadas obras de saneamento em Nazaré da Mata, no valor de R$ 7,8 milhões, com recursos do governo do Estado, Compesa e Caixa Econômica.

SIRIGI

O governador Eduardo Campos também prometeu iniciar, ainda no primeiro semestre, a obra do Sistema do Sirigi, que vai levar água aos municípios de Vicência, Buenos Aires, Aliança, Condado, Itaquitinga, Machados, São Vicente Férrer e Macaparana, todos na Zona da Mata Norte do Estado. A obra, orçada em R$ 53 milhões, é composta por uma barragem e pelo sistema adutor. “Do total de recursos, já temos assegurados R$ 16 milhões através de emendas parlamentares, o suficiente para realizar a primeira etapa da obra e levar água até Vicência”, disse o presidente da Compesa, Roberto Tavares. O projeto está em fase de elaboração e a licitação será aberta até junho.

O restante dos recursos está sendo captado junto ao governo federal. “Esta semana, tivemos uma reunião com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, para acertar isso”, acrescentou Tavares.

 

Extraído do Jornal do Commercio do dia 26 de fevereiro de 2011