Topo do Governo de Pernambuco
Link para Barra do Governo do Estado de Pernambuco PortalPE - pgina histria de Pernambuco PortalPE - pgina Perfil do Gorvenador PortalPE - pgina Secretarias do Estado PortalPE - pgina Programas do Governo PortalPE - pgina ltimasNotcias PortalPE - pgina Servios Online PortalPE - pgina Rdio SEI

Not�cias

Not�cias

Publicado em 08/08/2013 | Categoria: Mais Notcias
Voltar

Vida para o Rio Ipojuca

O governo do Estado de Pernambuco, com o objetivo de promover o saneamento ambiental na bacia hidrográfica do rio Ipojuca através do aumento da cobertura do esgotamento sanitário e do índice de tratamento de águas servidas - principalmente nos 12 municípios cujas sedes são cortadas pela calha do rio Ipojuca - assinou um Acordo de Empréstimo com o Banco Interamericano de Desenvolvimento - BID para implementação do Programa de Saneamento Ambiental da Bacia Hidrográfica do rio Ipojuca. (PSA - Ipojuca). Este programa terá a duração de 6 anos e tem como alicerce três grupos de ações: Fortalecimento institucional da COMPESA, a melhoria da infraestrutura de Saneamento, Sustentabilidade Ambiental e Social.

 

"O Agreste, onde está a maior extensão do rio Ipojuca, é área de pior balanço hídrico do Brasil. Temos 27% dos pernambucanos morando ali. Precisamos não só fazer as obras de abastecimento de água, mas, sobretudo cuidar do mais importante rio para aquela região, porque saneamento é, antes de tudo, mais saúde para as famílias", afirmou Eduardo, após uma breve exposição das obras hídricas em execução no Estado, entre as quais a construção de importantes adutoras, cisternas e poços de água.

 

A APAC participa diretamente no programa com ações voltadas à preservação e proteção ambiental também será realizada a recuperação de matas ciliares ao longo do rio Ipojuca e dos reservatórios existentes na Bacia. O governador Eduardo Campos enfatizou a importância dos recursos financeiros conseguidos junto ao Banco Interamericano para investimento no programa. "Este é o maior contrato do BID com Pernambuco. É uma alegria poder assinar esse contrato pela importância de cuidarmos da água, investindo além do saneamento, em repor a mata ciliar", falou.

O Ipojuca tem 320 quilômetros de extensão e sua bacia hidrográfica ocupa uma área total de 3.435 km². Ele nasce no Sertão, no município de Arcoverde, cortando todo o Agreste, até chegar à cidade de Ipojuca, perto da praia de Porto de Galinhas. Atualmente, é considerado um dos três mais poluídos do Brasil, segundo o IBGE. Estudos recentes mostraram que além de sofrer com os efluentes industriais e agroindustriais, os esgotos domésticos são a principal fonte de contaminação do corpo hídrico, respondendo por 67% da carga poluidora.