Topo do Governo de Pernambuco
Link para Barra do Governo do Estado de Pernambuco PortalPE - pgina histria de Pernambuco PortalPE - pgina Perfil do Gorvenador PortalPE - pgina Secretarias do Estado PortalPE - pgina Programas do Governo PortalPE - pgina ltimasNotcias PortalPE - pgina Servios Online PortalPE - pgina Rdio SEI

Not�cias

Not�cias

Publicado em 23/02/2015 | Categoria: APAC em destaque
Voltar

Obras hdricas estrututadoras e seca so temas de debate

O secretário executivo de Recursos Hídricos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Almir Cirilo, e o presidente da Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), Marcelo Asfora, participaram na tarde desta segunda-feira, (09) do debate com Aldo Vilela, na Rádio CBN. A pauta do programa foi a “Crise Hídrica e a Importância de Obras Estruturadoras”.

Na ocasião foi realizado um comparativo com relação à situação do Estado de São Paulo e evidenciado a preocupação de Pernambuco em se manter preparado para enfrentar o problema e apresentar as medidas preventivas adotadas. “Em 2013, a Região Metropolitana do Recife (RMR) teve uma situação semelhante a atual vivida pelos paulistanos e graças aos alertas emitidos quanto a necessidade de economia de água, as soluções vieram rapidamente. Pernambuco está avançando na gestão e monitoramento das águas, avaliação de riscos e previsões com margens de erro para tomada de decisão, permitindo a gestão com segurança”, esclareceu Almir Cirilo.

As barragens construídas no Estado são de uso múltiplos para conter cheias, acumular e transferir água para integrar o sistema hídrico de Pernambuco. Hoje, a mais importante obra em andamento é a Barragem de Serro Azul que está com 85% dos serviços executados. Com um investimento de R$ 400 milhões, incluindo desapropriações e obras complementares, a construção gera 800 postos de trabalho, sendo 600 diretos e 200 indiretos.

Quando concluída, Barragem de Serro Azul terá um paredão com mais de um quilômetro de extensão, 65 metros de altura e capacidade de armazenamento de 303 milhões de metros cúbicos, em uma área de 907 hectares. A barragem atenderá as comunidades de Canários, Serra dos Quilombos, Tipim, Engenho Verde, Engenho Vista Alegre, Mearim, Ousadia, Camevô, Aliança, Serro Azul, Engenho Limão e Engenho Mulatinho.