Topo do Governo de Pernambuco
Link para Barra do Governo do Estado de Pernambuco PortalPE - página história de Pernambuco PortalPE - página Perfil do Gorvenador PortalPE - página Secretarias do Estado PortalPE - página Programas do Governo PortalPE - página ÚltimasNotícias PortalPE - página Serviços Online PortalPE - página Rádio SEI

Notícias

Notícias

Publicado em 16/01/2017 | Categoria: APAC em destaque
Voltar

Meteorologista Aparecida Fernandes apresenta o novo Mapa do Monitor de Secas


Mapa do Monitor de Secas revela um novo quadro no Nordeste


          Historicamente, no mês de dezembro, semelhante ao mês de novembro, os maiores volumes de precipitação no Nordeste brasileiro (Figura 1b) se concentram na faixa centro-sul e oeste dos estados do Maranhão, Piauí e Bahia, onde os acumulados variam entre 100 mm e 300 mm. Já os menores volumes, com acumulados inferiores a 25 mm, são esperados nos estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas, centro-leste de Pernambuco e norte de Sergipe.



É importante destacar que as chuvas de dezembro ocorreram com grande irregularidade temporal e grande variabilidade espacial, principalmente nas regiões em que já se iniciou o período chuvoso. As poucas chuvas que ocorreram em dezembro não foram suficientes para melhorar as condições de seca existente na maior parte da região Nordeste.

Em Pernambuco, as chuvas ficaram abaixo do esperado em praticamente todo o estado, com valores variando entre 01 e 50 mm, quando no extremo oeste já se esperava acumulados de chuvas de até 100 mm. Dessa forma, não houve melhora no quadro de seca, que permanece no Sertão e Agreste com seca Excepcional (S4) de curto e longo prazo (CL), e no Litoral com seca Extrema (S3) e de apenas curto prazo (C). A seca de curto prazo significa que afeta a região a menos de seis meses, enquanto que e a de longo prazo se estabeleceu a mais de 12 meses.

 

http://monitordesecas.ana.gov.br/