• Região Metropolitana 25°C 31°C
  • Mata Norte 24°C 33°C
  • Mata Sul 23°C 32°C
  • Agreste 18°C 33°C
  • Sertão de Pernambuco 19°C 34°C
  • Sertão de São Francisco 22°C 33°C
  • Fernando de Noronha 26°C 31°C

Agência Pernambucana
de águas e clima  

Notícias

 

Meteorologistas da APAC participam de Oficina de Autoria do Mapa do Monitor de Secas

Meteorologia

Meteorologistas da APAC participam de Oficina de Autoria do Mapa do Monitor de Secas

Imagem 4

Entre os dias 24 e 25 de setembro, foi realizada a IIª Oficina de Autoria do Mapa do Monitor de Secas na sede da Agência Nacional de Águas (ANA) em Brasília.

Entre os palestrantes estiveram presentes Caio Augusto Coelho, que atualmente é pesquisador titular do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), e Francisco de Assis de Souza Filho, que atua como professor da Universidade Federal do Ceará (UFC) e cientista chefe na área de recursos hídricos na Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNCAP). 

Imagem 3

Participaram desta capacitação os servidores da ANA; FUNCEME; INPE; Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CENAD); Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA/BA); Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC); Instituto Mineiro de Gestão de Águas (IGAM); Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (INCAPER); Agência Estadual de Recursos Hídricos (AGERH/ES); Universidade de São Paulo (USP); UFC; dentre outros.

Da APAC, estiveram presentes os meteorologistas, Edvânia Santos, Roberto Carlos Gomes Pereira e Maria Aparecida Fernandes Ferreira. O treinamento foi proposto para que os autores de cada Estado pudessem reciclar os conhecimentos e apresentar a experiência aos novos autores dos estados de Minas Gerais e Espirito Santo, que estão aderindo ao projeto do Monitor de Secas.

“O que há de mais importante é o apoio e a troca de experiências de cada Estado, e o saber ouvir os demais para que se possa formatar um mapa que realmente mostre os impactos de seca em cada localidade de forma eficiente”. Comentou a meteorologista Edvânia Santos.

Imagem 2

O primeiro dia da programação foi dedicado às palestras sobre os temas “Seca e o seu monitoramento”, “Indicadores de seca de curto e longo prazo no Monitor de secas”, “Princípios do Monitor de secas”, entre outros. A parte prática da Oficina foi concentrada no segundo dia, com atividades individuais e em grupo para que fosse possível a integração de informações e face a expansão do projeto para outras regiões do Brasil, que apresenta novos desafios dada a diversidade do clima no país.