• Região Metropolitana 23°C 31°C
  • Mata Norte 22°C 31°C
  • Mata Sul 21°C 30°C
  • Agreste 19°C 29°C
  • Sertão de Pernambuco 17°C 31°C
  • Sertão de São Francisco 20°C 32°C
  • Fernando de Noronha 26°C 30°C

Agência Pernambucana
de águas e clima

PISF

O Projeto

 

O Projeto

PISF

O PROJETO

O Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias do Nordeste Setentrional – PISF é um empreendimento do Governo Federal, sob a responsabilidade do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR), que visa à garantia da segurança hídrica e a promoção do desenvolvimento do agreste e do sertão dos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. O projeto de transferência de águas do Rio São Francisco para as bacias dos rios Jaguaribe, Piranhas Açu e Apodi (CE/RN/PB) por meio da implantação de canais, drenagem, estações de bombeamento e adução, garantindo a segurança hídrica para 12 milhões de pessoas em 390 municípios nos estados de Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte.

O empreendimento hídrico tem extensão de 477km com estruturas que captam a água do Rio São Francisco, no interior de Pernambuco, para abastecer adutoras e ramais que vão perenizar rios e açudes existentes na região, sendo composto por dois eixos principais: Eixo Norte, cuja captação é realizada no município de Cabrobó e possui 260 quilômetros de extensão, e Eixo Leste com a água captada no município de Floresta, com 217 quilômetros de extensão. A obra engloba 04 túneis, 14 aquedutos, 9 Estações de Bombeamento e 27 reservatórios.

As obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco passam pelos seguintes municípios no Eixo Norte: Cabrobó, Salgueiro, Terranova e Verdejante (PE); Penaforte, Jati, Brejo Santo, Mauriti e Barro (CE); em São José de Piranhas, Monte Horebe e Cajazeiras (PB). Já no Eixo Leste, o empreendimento atravessa os municípios pernambucanos de Floresta, Custódia, Betânia e Sertânia; e Monteiro, na Paraíba.

Mapa Geral do PISF

Mapa Geral do PISF

Importância

No Nordeste estão 28% da população brasileira e apenas 3% da disponibilidade de água do País. O Rio São Francisco detém 70% de toda a oferta de água da região, historicamente submetida a ciclos de seca rigorosa.

Diversos estudos e avaliações técnicas foram realizados conforme diretrizes do Plano Decenal da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, e segundo o Relatório de Impacto Ambiental (RIMA), o Projeto de Integração do Rio São Francisco foi a mais consistente alternativa estrutural para o fornecimento adequado de água à região.

Do ponto de vista do abastecimento humano, o PISF é a redenção para as regiões do Sertão e Agreste, onde a disponibilidade hídrica de mananciais é muito escassa. A vazão total estimada de água para o abastecimento humano em Pernambuco é de 30 m³/s, atualmente o PISF já contribui com parte desta vazão e para 2024 está prevista a participação do PISF com cerca de 4,49 m³/s, beneficiando 2,5 milhões de pessoas, atendendo 75% da área do Estado de Pernambuco

Mapa da Infraestrutura Hídrica do PISF

As entregas de água em leitos naturais são realizadas por meio de Portais de Entrega em reservatórios, e 18 destes portais se localizam em Pernambuco, distribuídos nos eixos conforme tabela a seguir:

Eixo Norte:

Eixo Leste:

Tucutú

Areias

Bagres

Terra Nova

Braúnas

Copiti

Serra do Livramento

Mandantes

Moxotó

Mangueira

Salgueiro

Barreiro

Negreiros

Muquém

Campos

Milagres

Cacimba Nova

Barro Branco